Advogados recorrem de decisão que rejeitou candidatura de Lula

Depois de ter sua candidatura à Presidência barrada pelo Tribunal Superior Eleitoral, Luis Inácio Lula da Silva recorreu junto com seus advogados da decisão do TSE, que determinou por seis votos a um de o tornar inelegível. A defesa do ex-Presidente da República pediu também ao Supremo Tribunal Federal (STF) para suspender os efeitos da condenação e, assim sucessivamente suspender a inelegibilidade do petista.

Esse recurso de defesa foi protocolado no próprio TSE e à presidente da Corte, Rosa Weber quem vai decidir se esse recurso pode ou não ser encaminhado ao Supremo Tribunal Federal.

Curta Nossas Redes Sociais:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*