Toffoli sanciona lei que torna crime importunação sexual

O presidente em exercício, Dias Toffoli, sancionou a lei que torna crime a importunação sexual e aumenta a pena para estupro coletivo. Essa lei ganhou força devido os acontecimentos absurdamente nojentos registrados e compartilhados em redes sociais, e demais mídias, de casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres em ônibus.

Fica caracterizada importunação sexual o ato libidinoso praticado contra alguém, e sem a autorização, a fim de satisfazer desejo próprio ou de terceiro. A pena prevista é de um a cinco anos de cadeia ( eu acho pouco!!! ) também é crime a divulgação, por qualquer meio, vídeo e foto de cena de sexo sem o consentimento da vítima.

Curta Nossas Redes Sociais:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*